Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

O Lago que está a desaparecer...

Devem ser poucas as pessoas que nunca perderam algo. As chaves, o comando da televisão, as moedas que por magia desaparecem do bolso. Mas poucos poderão dizer que perderam um lago inteiro do tamanho equivalente a dez campos de futebol e com 30 metros de profundidade.

Assim aconteceu ao Lago Témpanos, que fica na região chilena da Patagónia. Em Maio, guardas florestais do Parque Nacional Bernardo O’Hig-gins encontraram uma cratera vazia onde dois meses antes tinham visto um lago glaciar. Havia desaparecido misteriosamente e ninguém sabia para onde. Equipas de geólogos e outros especialistas foram enviadas para o local, dois mil quilómetros a sul da capital chilena, Santiago, para apurar como é que tamanha concentração de água desaparece em poucos dias.

Uma cratera seca e alguns bocados de gelo foram os únicos vestígios que os especialistas tinham com que trabalhar. Também repararam que o rio de 40 metros de largura e com oito quilómetros de extensão, que começava num glaciar e desaguava no Témpanos, se transformara num mero riacho.

As primeiras teorias apontavam para um terramoto que tinha provocado uma enorme fenda pela qual a água “escoou”, recordando os peritos que a região chilena é conhecida pela intensa actividade sísmica. Outra teoria sugeria o efeito do aquecimento global como responsável pela evaporação do lago. Um especialista em glaciares, Andres Rivera, disse à imprensa chilena que o desaparecimento se integrava na constante mutação da paisagem natural. O Sul do país “tem verificado várias alterações nas últimas décadas”, disse, frisando que há 30 anos o lago não existia. Témpanos alimentava-se da água resultante do degelo glacial ao seu redor. Só que o lago reapareceu. Desde o início de Julho que a cratera tem vindo a encher-se de água. O facto foi relatado por uma equipa de cientistas que sobrevoava a área para obter dados cartográficos e fotografias que pudessem ajudar a perceber o fenómeno.

Após uma inspecção mais detalhada, confirmaram que “a água abriu uma fenda na parede do gelo num dos lados do lago e o líquido fluiu até atingir um braço de mar que entrava no continente e daí seguiu para o mar aberto, deixando seco o leito do lago outrora cheio de icebergues”, referiu Andres Riveras.

NÃO É O PRIMEIRO CASO DE UM LAGO QUE DESAPARECE

Por muito estranho que isso pareça, há relatos de lagos a desaparecer noutras partes do Planeta. Na Rússia, a água de um lago que fica a cerca de 500 quilómetros a norte de Moscovo sumiu-se durante a noite, desaparecendo cerca de 1,4 milhões de metros cúbicos de água que existia nessas paragens desde o século XVI.

As autoridades russas avançaram a teoria de que a água foi simplesmente escoada para uma caverna subterrânea.

No estado norte-americano do Missouri, nove hectares de lago evaporaram numa questão de dias. Os residentes da localidade onde o caso aconteceu ficaram espantados por ver que o sítio, onde outrora praticavam desportos aquáticos e navegavam em pequenos barcos à vela, se tinha transformado numa cratera lamacenta. Novamente as fissuras das pedras actuaram como um enorme ralo por onde toda a água escorreu.

in Correio da Manhã online

publicado por EscolaJNJ às 17:17
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Blog Action Day

. ...

. Dia 17 de Setembro, lá es...

. Concurso de Páginas&Blogs...

. Lago Tempanos - Patagónia...

. O Lago que está a desapar...

. LIVE EARTH!!!

. Fauna do Parque Natural d...

. Curiosidades...

. Trabalho realizado por: J...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Música

.Planeta Sustentável

.Meio Ambiente Urgente

.Combate ao Aquecimento Global

.Globo Terrestre


.Letras de Músicas


.Contador de Visitas

Web Counter

.Relógio


blogs SAPO

.subscrever feeds