Domingo, 20 de Maio de 2007

Recursos Naturais

 

     Os recursos naturais são elementos da natureza com utilidade para o Homem, com o objectivo do desenvolvimento da civilização, sobrevivência e conforto da sociedade. Podem ser renováveis, como a água, a luz do Sol, o vento, os peixes, as florestas, ou não-renováveis, como o petróleo e alguns minérios. Os não-renováveis incluem substâncias que não podem ser recuperadas num curto período de tempo e os renováveis são aqueles que se podem renovar, ou serem recuperados, com ou sem interferência humana.

Podemos ainda caracterizá-los, em relação à sua natureza, como:

  • Recursos minerais
  • Recursos biológicos
  • Recursos hídricos
  • Recursos energéticos

     Os recursos naturais podem ser componentes da paisagem geográfica, desde que ainda não tenham sofrido importantes transformações pelo trabalho do Homem.

 

     E já agora, para matar a vossa curiosidade, o termo surgiu pela primeira vez na década de 70, por E.F. Schumacher no seu livro intitulado como Small is Beautiful.

 

Fig. 1 – Recursos Minerais – Montanhas Rochosas

 

 

Recursos Minerais

   

     Os recursos minerais são acumulações ou concentrações de rochas e minerais na crosta terrestre, sendo um dos minerais mais antigos explorados pelo Homem. Os minerais são extraídos da crosta terrestre através da actividade mineira. Estas explorações não trazem apenas benefícios para o Homem, mas também consequências, ou seja, esta exploração causa poluição ambiental e atmosférica e altera a paisagem da região onde esta se encontra.

 

Jazidas mineraisacumulações de rochas ou minerais que têm algum interesse económico rentável para o Homem.

 

Fig. 2 – Extracção de diamantes

 

     Dois dos principais minerais explorados são o ouro e o diamante, devido à sua grande riqueza.

 

Podem ainda ser classificados em dois grandes grupos:

  • Metálicos (cobre, chumbo)

  • Não-metálicos (areia, mármore, calcário)

 

Cobre

    

     O cobre é um elemento químico essencial aos seres vivos, entre eles, o ser humano. Assim como o ferro, contribui para a formação de glóbulos vermelhos e na manutenção dos vasos sanguíneos, nervos, sistema imunológico e ossos

O cobre é também usado como material condutor e para terem uma noção, o Homem chega a consumir anualmente 45% de cobre. Pode-se usar nomeadamente em:

  • Tubos de condensadores e encanamentos

  • Electroímanes

  • Cunhagem de moedas

Fig. 3 - Jazida de Cobre

 

Mármore

    

     O mármore é uma rocha metamórfica. O mármore é uma rocha explorada para uso em construção civil. Em Portugal, as maiores explorações de mármore localizam-se em torno da zona de Estremoz.

 

Fig. 4 - Estátua em mármore

 

 

Recursos Biológicos

 

     Os recursos biológicos englobam um conjunto de materiais e energia que o Homem pode obter a partir de outros seres vivos e são inesgotáveis. As principais consequências destas explorações são a perda da biodiversidade, a poluição atmosférica, dos solos e da água e a destruição das florestas.

 

     As florestas servem para fabricar vários produtos, sendo um dos principais o papel, recurso mais utilizado na escrita, fabricado através da madeira. Sem a madeira das árvores, não existiriam cestos, secretárias, móveis, camas, lápis, casas de madeira entre muitas outras coisas.

 Fig. 5 - A floresta Amazónia é considerada o Pulmão do Mundo, pois é a maior floresta de todo o Planeta e neste momento encontra-se "doente" devido ao aumento da poluição.

     A pesca é a extracção de organismos aquáticos do meio onde se desenvolveram para diversos fins, sendo uma cultura humana bastante antiga, não só como uma fonte de alimento, mas também como modo de vida, fornecendo identidade a inúmeras comunidades e como objecto artístico. O peixe é uma das principais riquezas que o mar nos pode oferecer, constituindo uma importante fonte de proteínas da alimentação humana.

Com ele podemo-nos alimentar e até fabricar rações para o alimento de animais em criação e a produção de substâncias com interesse para a saúde, como o óleo de fígado de peixe.

Fig. 6 - Pesca

      A piscicultura é a criação do peixe em cativeiro e tem vindo a crescer como actividade económica por todo o Mundo. Esta actividade facilita a venda de peixe, uma vez que, demorariam muito mais tempo a reproduzir-se e a atingir as dimensões exigidas para a sua captura no mar.

 

Fig. 7 - Piscicultura - A China é o principal produtor desta nova cultura.

     A caça é uma actividade bastante importante, uma vez que o Homem tem vindo a aumentar o seu consumo de carne. Hoje em dia, em Portugal, esta actividade está praticamente restrita a áreas condicionadas, com o objectivo de não colocar em perigo as espécies.

 Fig. 8 - Um caçador com o seu cão de caça

     A pecuária é a domesticação e produção de animais com objectivos económicos, feita no campo, incluindo a prática de produzir e reproduzir gado uma habilidade vital para muitos agricultores. O Homem utiliza esta actividade para diversos fins, como, a alimentação, o vestuário, o calçado, o mobiliário, a medicina etc. O nome “pecuária” vem de pecus (cabeça de gado) e do latim pecúnia (moeda ou dinheiro).

  • Suinicultura – criação de porcos

  • Ovinicultura – criação de ovelhas

  • Bovinicultora – criação de bois

  • Caprinicultura – criação de cabras

 Fig. 9 - Pecuária

     A agricultura é o processo de usar o solo para cultivar plantas com o objectivo de obter alimentos, fibras, energia e matéria-prima para roupas, construções, medicamentos, ferramentas e contemplação estética.

Fig. 10 - Agricultura tradicional

     A agricultura moderna pretende produzir excedentes para a comercialização e é, geralmente, praticada através de máquinas agrícolas, em vastos campos de monocultura.

Fig. 11 - Agricultura moderna

     Esta actividade pode também trazer consequências, como, a degradação do solo, crescimento de ervas daninhas, etc.

 

 

Recursos Hídricos

 

     Os recursos hídricos são as águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer actividade humana.

     Nos últimos anos os recursos hídricos têm sido profundamente influenciados pelas actividades humanas, especialmente pela construção de barragens, pelos extensos sistemas artificiais de rega, pela degradação das linhas de água e de bacias hidrográficas, por elevada contaminação de produtos químicos provenientes das indústrias e da agricultura nas águas subterrâneas e superficiais.

    

     A água é o principal recurso natural. Dele dependem todos os processos biológicos, incluindo o nosso corpo que é constituído por 70 % de água e, de uma maneira ou de outra, todas as actividades humanas requerem a presença de tão precioso e indispensável recurso. Da água existente na Terra, 97,5% é salgada e existe nos oceanos e mares. Os restantes 2,5% representam a água doce, dos quais 2/3 se encontram no estado sólido e 1/3 que está em estado líquido (rios, lagos e lençóis de água subterrâneos). O Homem tem apenas ao seu dispor este último terço de água.

Fig. 13 - Iceberg - a maior parte da água doce no Planeta encontra-se no estado sólido.

     A água doce do planeta é utilizada, com grande desperdício, no consumos domestico, na agricultura e nas actividades industriais, pois nos últimos 300 anos o consumo de agua aumentou ate 45 vezes, devido à revolução industrial, ao crescimento demográfico e às culturas de regadio.

Fig. 14 - Cerca de 75% da água que gastamos nas nossas casas é usada na casa-de-banho.

     A agricultura gasta cerca de 70% de água, mas mais de metade perde-se através da evaporação, devido à irrigação não controlada, no entanto, para combater este aumento têm sido adoptadas novas técnicas, nomeadamente, a micro-irrigação.

     A indústria consome os restantes 20% da água, muitas vezes de forma ineficiente, e na última década este consumo aumentou mundialmente.

Fig. 15 - TEMOS DE POUPAR ÁGUA

TEMOS UM PALNETA PARA SALVAR

      Mas a qualidade da água potável não depende unicamente da poluição, ou seja, cada água tem um carácter próprio devido à presença de determinados iões (cálcio, magnésio, sódio, potássio, cloreto, sulfato, hidrogenocarboneto e fluoreto), podendo classificar as “águas minerais”, atendendo à sua composição química, como:

  • Águas minerais – águas retiradas em profundidade que apresentam uma maior concentração de um ou mais elementos químicos.

Fig. 16 - Fonte de águas minerais

  • Águas termais – águas aquecidas e muito ricas em sais minerais, dando ao humano bem-estar e relaxamento. Resultam normalmente da passagem de cursos de águas junto de câmaras magmáticas.

Fig. 17 - Termas

  • Águas medicinais – águas utilizadas para fins terapêuticos, devido às suas características químicas.

Fig. 18 - Águas medicinais

Consequências da utilização dos recursos hídricos:

 

     Apesar deste bem ser considerado como um recurso natural renovável, a poluição das águas (excreções naturais, resíduos agrícolas e industriais) poderá alterar a sua qualidade/passar a ser considerada como um recurso limitado.

Fig. 19 - Derrame petrolífero do petroleiro Prestige

     Pensa-se que no futuro não existirá tanta água para a população mundial consumir, uma vez que de ano para ano esta tem vindo a aumentar e as cidades expandem-se mais rapidamente do que os sistemas de distribuição e tratamento de água. Com o aumento agravado da população, as regiões que possuem hoje recursos hídricos poderão entrar no que se chama stress hídrico, isto é, sofrer de falta de água doce.

A nível mundial, de 1990 a 2000, a população sem acesso a serviços básicos e esgotos aumentou de 2,6 mil milhões para 3,3 mil milhões de pessoas.

  •   As águas residuais domésticas contêm poluentes, resultantes da utilização exagerada de detergentes, que circulam através dos sistemas dos esgotos.

Fig.  20 -  Descarga de á guas residuais domésticas e lexiviantes

  •      A agricultura espalha adubos artificiais, que provoca a poluição dos cursos de água.

Fig. 21 - Utilização de adubos na agricultura moderna

  •      A indústria também contamina as águas, através da libertação dos resíduos tóxicos, apesar da existência de dispositivos purificadores, continuam a lançar directamente nos rios as suas águas residuais.

Fig. 22 - Libertação dos residuos tóxicos, por parte da indústria

     Mas, melhorar a qualidade da água requer meios financeiros, técnicos ou até culturais, que a maioria dos países não dispõem.

     E, por isso lembrem-se sempre, “a água é um património que é necessário proteger, tratar e defender como tal”.

 

Para saberem mais informações e se quiserem matar algumas curiosidades sobre a qualidade da água em Portugal consultem o site: http://www.inag.pt/

 

 

 Trabalho realizado por:

  • Hugo Góis, nº 12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: contente pelo meu trabalho
publicado por EscolaJNJ às 17:37
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De EscolaJNJ a 20 de Maio de 2007 às 21:47
OK
Fico à espera!
Até lá,
Prof.

Já agora, é preciso fazer umas alterações (pequenitas) neste texto, Huguinho


De Cárin Duarte, nº5 a 21 de Maio de 2007 às 15:54
Olá!
este é um dos muitos postes sobre os recursos naturais!
Este trabalho está muito original, e gostei do iceberg, desse pormenor ihih !!
para a minha avaliação, vai um muito bom!!!
só acho que devias tirar os sublinhados, não sei se foste tu que fizeste ou se é mesmo o site, mas aqui fica uma recomendação :")


De claudia a 26 de Maio de 2007 às 14:02
este é um dos melhores blogs que ja vi sobre recursos naturais, ,eu estou a fazer um trabalho sobre isso e já estava a ver que não arranjava nada, também não admira que gastem tantos recursos naturais, já que também não existe muita informação num dos maior meios de comunicação, continuem a fazer este trabalho


De Diana Martins a 30 de Maio de 2007 às 17:26
está um espectaculo.
perfeito para o trabalho que o meu prof. de fisico-quimica pediu.
muito obrigado a quem fez este trabalho.
pois foi a minha salvação


De biatriz a 8 de Junho de 2007 às 13:58
adoro o teu trabalho sobre os recursos naturais
biatriz costa coinbra


De joaninhalol10@hotmail.com a 11 de Junho de 2007 às 18:40
adorei o blog! com esta informaçao consegui fazer um optimo trabalho.


De filipa a 17 de Junho de 2007 às 13:44
muito obrigada por teres feito este blog, ajudou - me imenso no meu trabalho. muito obrigada mais uma vez.
filipa sousa


De Bíí a 23 de Abril de 2009 às 21:07
A minha stora de Ciências até vai delirar, ainda bem que se fazem blogs com esta informação toda , eu agradeço e ade haver mais quem agradeça xD


Comentar post


.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Blog Action Day

. ...

. Dia 17 de Setembro, lá es...

. Concurso de Páginas&Blogs...

. Lago Tempanos - Patagónia...

. O Lago que está a desapar...

. LIVE EARTH!!!

. Fauna do Parque Natural d...

. Curiosidades...

. Trabalho realizado por: J...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Música

.Planeta Sustentável

.Meio Ambiente Urgente

.Combate ao Aquecimento Global

.Globo Terrestre


.Letras de Músicas


.Contador de Visitas

Web Counter

.Relógio


blogs SAPO

.subscrever feeds