Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Tuvalu

 

Tuvalu - Que futuro?

 

O termómetro vai subindo e, com ele, as marés.

Durante o século XX, o nível do mar subiu entre 20 e 30 centímetros. O estrago é tremendo: a água salgada inundou áreas baixas, contaminou reservas de água potável, comprometeu a agricultura e, com sua força, causou a erosão da costa das nove ilhas do pequeno arquipélago.

 

A ilha que se vê na foto pertence ao arquipélago do Tuvalu, um pequeno país do Pacífico Sul. Formado por atóis de coral, o Tuvalu tem cerca de 11 000 habitantes. Aqui, como nas restantes ilhas da região, a vida tem outro ritmo. Não existe indústria e poucos usam o automóvel. Não existem centros comerciais ou hipermercados. Por outro lado, muitas ilhas encontram-se totalmente isoladas do mundo que as rodeia e os seus habitantes não têm acesso a serviços públicos básicos.
O grande trunfo dos países do Pacífico Sul é o turismo. O mar apresenta uma cor  e forma fantásticas. O Tuvalu, contudo, não tem hotéis ou aeroporto com condições para albergar turistas pelo que terá sempre grandes dificuldades em criar riqueza.
Em breve, contudo, todos estes problemas parecerão secundários. Com o aquecimento global e a consequente subida do nível médio do mar o Tuvalu irá desaparecer, juntamente com outros arquipélagos como o Kiribati ou as Ilhas Fiji. Por precaução, o governo deste país estabeleceu um protocolo com a Nova Zelândia, que se compromete a albergar metade da sua população. A transição
não será fácil e esperam-se grandes dificuldades à medida que mais desalojados engrossarem a lista dos refugiados ambientais.

 

 Este é um exemplo dos receios que os modelos científicos sobre a subida do nível dos mares estão a trazer. Os relatórios dizem que entre 1990 e 2100 o mar vai subir 88 centímetros.

 

Este cenário vai trazer centenas de refugiados ambientais, por isso os cientistas não vacilam ao dizer que a longo prazo, a subida do nível do mar será o impacto mais grave do aquecimento global sobre a sociedade. 

 

Várias das maiores cidades do mundo ficam no litoral. Alguns países ricos podem conseguir construir diques, como na Holanda, mas os países pobres estão condenados a submergir.

 

 

 

 

 

Trabalho Realizado Por: Soraia Monteiro nº21 8ºA

publicado por EscolaJNJ às 19:10
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Sofia a 3 de Junho de 2009 às 19:05
ola soraia.
tive que fazer o mesmo trabalho que tu e nao encontrava nada na google. se nao fosses tu...
brigadao mesmo.
beijo


Comentar post


.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Blog Action Day

. ...

. Dia 17 de Setembro, lá es...

. Concurso de Páginas&Blogs...

. Lago Tempanos - Patagónia...

. O Lago que está a desapar...

. LIVE EARTH!!!

. Fauna do Parque Natural d...

. Curiosidades...

. Trabalho realizado por: J...

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Música

.Planeta Sustentável

.Meio Ambiente Urgente

.Combate ao Aquecimento Global

.Globo Terrestre


.Letras de Músicas


.Contador de Visitas

Web Counter

.Relógio


blogs SAPO

.subscrever feeds